“Companhia das Artes Tetê Nahas” é lançada nacionalmente em Aracaju

“Dança, música e teatro em uma só pulsação”. Assim definiu a atriz e bailarina Tetê Nahas ao descrever o trabalho que realizará na Companhia de Artes que leva o seu nome. A companhia foi lançada nesta semana via facebook: “Estamos vivendo a era das redes sociais então, decidimos, lançar o projeto no “face”, na minha página pessoal. Desde o mês de agosto estamos nos preparando para isso, através de um resgate de minha carreira, seja com fotos ou vídeo, nos momentos marcantes e curiosos”, afirmou Tetê.                                                                                                                  A  Companhia

 A idéia de ter o próprio grupo de teatro e dança, segundo a artista, é antiga e vem sendo amadurecida ao longo dos anos: “Na medida em que a gente vai acumulando as experiências, vamos alimentando sonhos, projetos e vontades. Mas sempre há o momento certo para tudo. Fui atriz, bailarina, cantei, voltei a dançar, fui atriz de novo, comecei a dar aulas, coreografar passei a dirigir espetáculos. Também fui aprendendo um pouco de produção, figurinos, som, de tudo. Quando me vi, estava envolvida em projetos de grande porte como a Paixão de Cristo, da Serra do Machado, os musicais da Nossa Escola, o projeto Esperançarte, sem falar na grande escola que foi a experiência de estar no Grupo Imbuaça por 17 anos. Mas, sentia a necessidade de fazer algo que reunisse tudo aquilo que aprendi com o tempo, no caso a dança, teatro e musica sempre juntos,  e que também servisse de oportunidade para lançar, preparar e oportunizar os atores e bailarinos que eu mesma preparei neste anos, e assim surgiu a Companhia das Artes Tetê Nahas”, explicou a atriz que estará atuando, depois de uma ausência de quatro anos no palco “ Durante 40 anos, pari personagens, filhos que viviam em minha imaginação, em minha construção, e eis que a vida me traz a grande dádiva de engravidar, ser mãe e dar vida a um outro ser que não pude controlar e que vai viver essa trajetória. A maternidade me completou, mas sou plena de mim, no palco, e fui cobrada, intimada, sugerida, tantas coisas para poder voltar. Agora que meu filho está um rapazinho de 4 anos, chegou a hora de estar de volta a cena, de usar novamente minhas mascaras que tanto amo”, disse

Público Infanto Juvenil

Ainda fazendo mistério sobre a primeira montagem da Compahia das Artes Tetê Nahas, ela garante bons momentos para o público: “  Posso adiantar, neste momento, que faremos um trabalho voltado para o publico infanto juvenil que promete emocionar. Mas não posso falar mais nada, viu? ( Risos)”.

Trajetória
Tetê Nahas é atriz e bailarina desde os 5 anos de idade. Participou do Grupo Check Up, onde aprendeu tudo com o mestre já falecido Bosco Scaffs. Foi uma das fundadoras do Grupo Imagem, idealizado por Cícero Alberto. Integrou o grupo Asas de Teatro do Diretor Baiano Paulo Barros. Como bailarina, sua grande paixão artística, integrou o Balé Municipal de Aracaju, o Grupo Raça Real, fez aulas na academia de Iracema Maynard e outros grupos. Foi cantora da Banda Zé Iedo e Backing Vocal de Tonho Baixinho. Integrou por 17 anos o grupo teatral Imbuaça e conheceu vários países e teve atuações de destaque de publico e critica, a exemplo de Além da Linha D’água, onde contracenou com Marília Pêra e foi dirigida por Ivaldo Bertazzo. Também é professora de teatro e dança, coreografa e diretora de teatro, tendo se destacado nos últimos anos com produções  que reunia elencos de centenas de alunos atores, no caso,  a Paixão de Cristo da Serra do Machado, os musicais Saltimbancos, O Mágico de Oz, O caminho para Eldorado e O corcunda de Notre Dame. Tetê Nahas é popularmente conhecida pela personagem Urânia, que integrava o elenco da peça “ Antônio Meu Santo” do Grupo Imbuaça, mas que todos os anos , desde 2003 faz participações especiais no quadro São João da Gente, exibido no mês de Junho na TV Sergipe e apresentado por Pierre Feitosa com produção de Fernando Petrônio. Ainda em televisão Tetê participou da minissérie Tereza Batista e no cinema do filme “ Orquestra dos Meninos”.

Deixe uma resposta